Nocturnal Animals Review

#20

 

Heyy pessoal, daqui é o B. com uma nova review, demorou mas chegou e muitas mais estão para vir!!

O filme desta semana chama-se “Nocturnal Animals”, e é escrito e dirigido pelo estilista Tom Ford.
Sem querer spoilar nada para quem ainda não viu, o filme segue a vida monótona de Susan Morrow, enquanto esta ultrapassa uma fase de reflexão sobre a sua vida através da leitura de um livro que o ex-namorado lhe envia. O filme é contado através desse livro, e funciona como uma metáfora à relação que ambos tinham durante todo o filme. (more…)

Advertisements

Dr.Strange Review

#19

Boas pessoal, daqui é o B. com mais uma review! Desta vez vamos numa viagem até Kamar-Taj e ao mundo mágico de Dr.Steven Strange. 😀

Sem spoilar nada do filme, vou começar por dizer que é um dos meus filmes preferidos deste ano, e é sem dúvida o meu filme preferido do Universo Cinemático da Marvel (MCU). Visualmente, o filme transcende qualquer outro que tenhas visto, a primeira “viagem” que o Dr.Strange faz é logo uma introdução á loucura e imensidão visual do mundo em que ele existe. É simplesmente brutal e nem sequer vi o filme em 3D, por isso podes imaginar quão bom são os visuais! (more…)

Masterminds Review

#16

Booas!! De volta com uma nova review, e temos outra comédia para partilhar! Hoje viramos “Masterminds” aqui no Walks&Talks! 😀

Masterminds é um filme baseado nos eventos que levaram ao assalto da empresa Loomis Fargo, em 1997, na Carolina do Norte. Consequentemente, uma investigação conduzida pelo FBI resultou na detenção de 8 pessoas, envolvidas directamente no roubo, e mais 16 pessoas, que tinham ajudado indirectamente nesse mesmo roubo. 95% do dinheiro roubado foi recuperado mais tarde. (more…)

Suicide Squad Review

#7

No geral, eu gosto do filme. Gosto bastante das personagens e da forma como a maior parte dos atores trouxeram essas personagens para o ecrã, mas, sinceramente, o filme tem falhas cruciais para mim.

A Margot Robbie (Harley Quinn) e o Will Smith (Deadshot) são, sem duvida, o centro do filme e eles acertaram em cheio na performance. Há que salientar também o cómico Jay Courtney como Capitão Boomerang, a brilhante atuação de Viola Davis como Amanda Waller, a ventriloquista, manipuladora e sem escrúpulos, dos membros da Suicide Squad.

Dos melhores para os menos bons, não posso perdoar a atuação de Cara Delevingne no ultimo terço do filme como a vilã Enchantress. A caracterização inicial da personagem (uma bruxa vestida de negro com um aspeto velho e sujo) encaixa melhor na atriz e na história geral do filme, mas torná-la numa deusa vingativa (sem grandes razoes de vingança aparentes) que controla magia e um exercito de bichos esquisitos foi algo que para mim não resultou.

(more…)